Educação

8 brincadeiras com água para divertir e refrescar as crianças no verão

Publicado em: 21/12/2020

Por Thaiany Osório, para Super Cérebro


Hoje, 21 de dezembro, dizemos adeus à primavera e damos as boas-vindas ao verão! Historicamente, é nessa época do ano que pegamos nosso protetor solar, guarda-sol e cadeira de praia com um único destino em mente: água, seja salina ou clorada. Entretanto, com as recomendações das entidades de saúde para evitar aglomerações devido à pandemia da COVID-19, muitas famílias optarão por ficar em casa, evitando praias e clubes lotados. 

Com as noites mais curtas e um calor de país tropical, muitos se perguntam como manter as crianças refrescadas sem perder a energia e a alegria da estação. Além disso, o tempo fora da sala de aula e os feriados de fim de ano são excelentes para aumentar o vínculo familiar e o desenvolvimento das habilidades socioemocionais. Pensando nisso, a equipe pedagógica do Super Cérebro separou 8 atividades fáceis e refrescantes para os pais brincarem com seus filhos durante o verão.

Guerra de água 

Inaugurando a lista, começamos com a clássica guerra de água, feita com balões de aniversário comuns. Você pode também investir em pistolas de água para tornar o jogo mais emocionante, ou improvisar com borrifadores. Se estiver com várias crianças, é possível separá-las em duas equipes. Ganha o time que molhar mais adversários.

Local: quintal ou garagem.

Idade: a partir dos três anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): coordenação motora, noção de localização e espaço, lógica, equilíbrio, atenção, direção e trabalho em equipe.



Acerte a bexiga 

Há duas formas de jogar: na primeira versão, você deve pendurar vários balões com água em um varal e dar um cabo de vassoura (ou outro objeto pontudo) para a criança que, vendada, tentará acertar o alvo; na segunda versão, deve pendurar as bexigas em um alvo estático e entregar palitos de churrasco para a criança que tentará, de longe, furar o balão.  Se estiver com várias crianças, pode dividi-las em duplas e vendar uma integrante da equipe. A criança sem venda deverá direcionar verbalmente a sua dupla até o alvo. Em ambas as atividades, o objetivo é furar as bexigas de água.

Local: quintal ou garagem.

Idade: a partir dos cinco anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): direção lógica, noção de localização e espaço, coordenação motora, equilíbrio, atenção e comunicação.



Pintando com gelo

Com o auxílio de uma forminha de gelo, pingue algumas gotas de corante alimentício de diversas cores em cada um dos quadradinhos. Após congeladas, desenforme as pedras de gelo e dê à criança para que ela pinte a paisagem que desejar. A tela da pintura pode ser papelão ou cartolina.

Local: se forrar o chão, pode ser feito dentro de casa.

Idade: a partir dos dois anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): coordenação motora, criatividade, construção sensorial, tátil e visual.



Bolhas de sabão

As crianças amam bolhas de sabão e fazê-las é muito fácil. Tudo o que você vai precisar é de água, sabão e uma varinha com um círculo na ponta. Entretanto, algumas dicas podem tornar a brincadeira mais divertida: para aumentar a resistência das bolhas, adicione à água e ao sabão um pouco de xarope, açúcar ou amido; para fazer bolhas coloridas, basta acrescentar algumas gotas de corante alimentício à mistura; para formar bolhas maiores, molde um pedaço de arame, cabide ou bambolê em uma varinha gigante. 

Local: quintal ou na garagem. (Mas, se não colorir as bolhas, pode ser feito dentro de casa). 

Idade: a partir dos dois anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): controle da respiração, criatividade, coordenação motora, imaginação, percepção tátil e visual.



Transportando a água 

Nessa brincadeira você precisará de no mínimo duas duplas e um baldinho (ou pote de sorvete) para cada participante. Posicione as crianças uma atrás da outra. A primeira criança da fila deve encher seu balde de água e erguê-lo acima da cabeça, despejando a água para o balde vazio da dupla que estará atrás dela. Como a criança com a água não consegue enxergar a dupla atrás de si, a dificuldade da brincadeira é não derrubar a água durante o transporte. Vence a dupla que, por primeiro, chegar na linha de chegada com mais água dentro do balde. 

Local: quintal ou garagem.

Idade: a partir dos três anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): coordenação motora, equilíbrio, percepção visual, direção, trabalho em equipe, noção de distância e espaço, noção de espaço dentro e fora. 



Explorando o gelo 

Esconda brinquedos em miniaturas (dinossauros, animais marítimos, bonecas) em balões ou bacias grandes com água. Congele os brinquedos e entregue o bloco de gelo às crianças. Com o auxílio de martelos infantis, eles deverão martelar o gelo até libertar os brinquedos.

Local: casa, quintal ou garagem.

Idade: a partir dos dois anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): criatividade, percepção tátil, sonora e visual, coordenação motora, construção sensorial e força.



Brincando com barquinhos de sucata

O diferencial dessa brincadeira é construir o barquinho junto com as crianças. Para isso, poderão utilizar rolhas, caixinhas de suco ou até mesmo pratos de isopor. O importante é usar a imaginação e os materiais disponíveis em casa. Com os barquinhos construídos, encha uma bacia grande ou uma piscina inflável com água. No caso da piscina, para tornar a brincadeira mais interessante para as crianças mais velhas, você poderá montar uma corrida de barquinhos. Ganha quem, assoprando o barquinho, chegar primeiro na linha de chegada. 

Local: casa, quintal ou garagem.

Idade: a partir dos dois anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): controle da respiração, atenção e direção, percepção visual e tátil, criatividade, coordenação motora, equilíbrio físico-emocional e lógica.



Escorregando na água e no sabão

Perfeita para os dias realmente quentes, essa brincadeira exige um pouco mais de preparação e um terreno íngreme. Pegue uma lona e estique-a, formando uma passarela. Depois, jogue uma mistura de água e sabão pela lona, tornando-a escorregadia. As crianças deverão escorregar pela lona, tomando impulso. Antes de iniciar a brincadeira, atente-se para pedras ou buracos no terreno, que podem machucar.  

Local: quintal ou jardim íngreme.

Idade: a partir dos dois anos.

Habilidade(s) desenvolvida(s): direção, coordenação motora ampla, criatividade, equilíbrio, percepção tátil, atenção, noção de localização.



ATENÇÃO: 

Brincadeiras envolvendo água exigem a supervisão de adultos. 

Para evitar o chão escorregadio, você pode forrá-lo com um tapete ou toalha. 

Atente-se para o desperdício de água. 



FONTE:


Tags: Super Cérebro, verão, brincadeiras, crianças, habilidades
Leia Mais